Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Na estreia do Brasileirão, São Paulo bate o Botafogo no Morumbi

Na estreia do Brasileirão, São Paulo bate o Botafogo no Morumbi Deu Tricolor

O primeiro jogo do Campeonato Brasileiro terminou com vitória do time da casa: São Paulo 2 x 0 Botafogo, no Morumbi, gols de Everton e Hudson. A partida marcou a reestreia de Alexandre Pato com a camisa tricolor. Atuando com a camisa 7, mas na função de 9 no primeiro tempo, Pato teve atuação discreta - melhorou no segundo, quando jogou mais fora da área. Foi também o primeiro jogo do Botafogo sob o comando de Eduardo Barroca. O time, que não jogava desde 11 de abril, mostrou evolução em relação ao time de Zé Ricardo, teve mais posse de bola (66% contra 34%), mas pouca criatividade do meio pra frente.

Próximos jogos
O São Paulo enfrenta o Goiás, quarta-feira, às 21h30, no Serra Dourada. Já o Botafogo joga na quinta, contra o Bahia, às 20h, no estádio Nilton Santos.

Por que o São Paulo ganhou

Porque soube verticalizar o jogo quando teve a bola. Com muito menos posse do que o Botafogo (terminou a partida com 34% contra 66%), o São Paulo apostou em transições rápidas para tentar surpreender o pesado time carioca. Foi numa dessas jogadas, acelerada por Tchê Tchê, que a bola chegou na ponta direita para Antony cruzar na cabeça de Everton. No segundo tempo, a aposta foi nos contra-ataques. Deu certo. Toró entrou bem, mas o grande destaque foi Tchê Tchê, que participou dos dois gols - no segundo, foi ele quem recuperou a bola e acelerou o jogo até Hernanes dar de bandeja para Hudson matar o jogo.

Por que o Botafogo perdeu
Apesar de muito superior na posse de bola (66%) durante toda a partida, o Botafogo insistiu muito pelo meio. Nas beiradas, tantos os dois laterais quanto Rodrigo Pimpão e Cícero pouco fizeram. Assim, faltou criatividade. No primeiro gol tricolor, erros de Pimpão, Bochecha e da dupla de zaga. No segundo, Erik entregou o ouro para Tchê Tchê. O Alvinegro só chegou relativamente perto do gol em falta batida por Valencia, aos 39 da etapa final.

Primeiro tempo
O Botafogo teve mais posse de bola (61% contra 39%), mas abusou dos passes laterais, sem criatividade e nem velocidade. Já o São Paulo, com os reforços de Tchê Tchê e Pato, foi muito mais incisivo. o time de Cuca pressionou jogou de forma vertical, acelerando o jogo sempre que possível. Foi assim que surgiu o gol, aos 40 minutos, com Tchê Tchê passando e arrancando no espaço vazio, combinando com Igor Vinícius, até a bola chegar na ponta direita para Antony cruzar para Everton completar de cabeça.

Segundo tempo
O São Paulo apresentou uma mudança tática: Pato passou a sair mais da área e cair pela esquerda. Foi assim que fez grande jogada individual aos 5, que por pouco não resultou em gol de Tchê Tchê. No geral, porém, só o Botafogo tentou jogar. O time carioca chegou a ficar com 66% de posse de bola e cresceu com a entrada de Luiz Fernando. Já o São Paulo se fechou, buscando um contra-ataque. Cuca ainda colocou Hernanes no lugar de Igor Gomes para tentar ficar mais com a bola - sem sucesso. O Botafogo seguiu dominante em dois terços do campo - faltou o último, o de ataque. Apesar de o time carioca ter tido muito mais posse de bola, o goleiro tricolor Tiago Volpi saiu com o uniforme praticamente limpo. E viu de longe Hudson matar o jogo, com bela finalização de fora da área, após jogada de Tchê Tchê com Hernanes. Deu tempo ainda de o também estreante Toró mostrar que pode ser útil ao São Paulo, com muitas jogadas em velocidade.
Fonte: https://globoesporte.globo.com/sp

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br