Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Botafogo-SP vence reservas do São Paulo e deixa zona de rebaixamento do Paulistão

Botafogo-SP vence reservas do São Paulo e deixa zona de rebaixamento do Paulistão

Tricolor cai para o (ex) lanterna

O Botafogo-SP saiu da lanterna (e da zona de rebaixamento) do Campeonato Paulista ao vencer o São Paulo por 1 a 0 na tarde deste domingo, em Ribeirão Preto, pela nona rodada do torneio. Alheio aos problemas do time de Fernando Diniz, que pensa na Libertadores e levou apenas um titular para o jogo – o goleiro Tiago Volpi –, o Botafogo se impôs em alguns momentos diante do rival e conseguiu a vitória com um gol de cabeça do zagueiro Didi, aos 27 minutos do segundo tempo. Mesmo ciente dos riscos, o São Paulo fez um jogo abaixo da média e sem brilho da maioria dos garotos que estavam em campo.

Como fica?

A vitória leva o Botafogo aos oito pontos, ainda na lanterna do Grupo B, mas à frente de Ponte Preta e Oeste na classificação geral – ambos têm sete e seriam os dois rebaixados hoje. A Ponte, porém, tem um jogo a menos e ainda enfrenta o Bragantino nesta segunda-feira. O São Paulo, por sua vez, segue líder do Grupo C, com 15 pontos, dois à frente do Mirassol. 

Por que o São Paulo perdeu?

Apesar do time desentrosado e cheio de garotos, o São Paulo poderia ter mostrado maior volume de jogo – teve mais de 60% de posse de bola, mas sem objetividade. O atacante Toró, que errou quase tudo, foi símbolo da tarde inoperante do Tricolor, que finalizou apenas 10 vezes, quase todas mal – exceções aos chutes de Shaylon no travessão e Toró na trave, este já nos acréscimos do segundo tempo. Os titulares voltam a entrar em ação na quarta-feira, contra a LDU, pela Libertadores, no Morumbi – pressionado para reagir após a derrota para o Binacional na estreia.

Primeiro tempo

O São Paulo animou nos cinco primeiros minutos de jogo, com boas jogadas pelo lado esquerdo do campo. Mas o que se viu depois disso foram duas equipes sem objetividade e com muitos erros técnicos. O lance mais perigoso pelo lado do Tricolor paulista aconteceu aos 25 minutos, com Shaylon. O meia arriscou de fora da área e acertou o travessão. Já o Botafogo quase abriu o placar aos 38 minutos, com Ronald. Foi a primeira boa chegada da equipe de Ribeirão Preto.

Segundo tempo

Os reservas do São Paulo sentiram muito a parte física e caíram de produção, deixando o Botafogo gostar mais do jogo e se lançar ao ataque em alguns momentos. Everton foi substituído por câimbra na metade do segundo tempo, enquanto nomes como Shaylon e Liziero jogaram no sacrifício até o fim porque o time já havia feito as três alterações. O Botafogo, merecidamente, chegou ao gol aos 27 minutos, quando Didi subiu bem mais do que Shaylon após cobrança de escanteio e decidiu a vitória do time da casa. O São Paulo tentou reagir e ainda acertou a trave com Toró, mas não conseguiu o empate.

Futebol raiz!

Enquanto Botafogo e São Paulo lutavam em campo, a garotada jogava futebol numa área da arquibancada no intervalo e no início do segundo tempo. Sem ligar muito para o que acontecia lá dentro...

Próximos jogos

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, mas pela Libertadores, para enfrentar a LDU – quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi. Já o Botafogo enfrenta o Oeste, às 19h15 da próxima sexta-feira, em Barueri, pela décima rodada do Paulistão.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/sp

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br