Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Bicampeão! Athletico vence o Toledo e define o título do Paranaense nos pênaltis

Bicampeão! Athletico vence o Toledo e define o título do Paranaense nos pênaltis Bicampeão!

O Athletico levanta a taça de campeão paranaense pela segunda vez consecutiva. Depois de devolver o placar de 1 a 0 do primeiro jogo, o Furacão foi para os pênaltis e brilhou a estrela do goleiro Léo, que defendeu as cobranças alternadas após a série de cinco pênaltis cobrados. A partida foi dura e bastante complicada para o Furacão, que abriu o placar com Matheus Rossetto ainda no primeiro tempo, mas encontrou o Toledo bem armado, segurando o perigo e ainda com o goleiro André Luiz extremamente inspirado e fazendo grandes defesas. A partida foi tensa até o fim e o início das cobranças.

Os penais!
Os dois times mostraram que estavam muito bem preparados para as cobranças de pênaltis. Os cinco cobradores dos dois lados: Poveda, Bergson, Halter, Marquinho e Matheus Anjos, pelo Athletico, e Revson, Jonathan, Léo Teles, Guilherme Rend e Júlio Pacatto, do Toledo, fizeram ótimas cobranças. Nas alternadas, Adriano bateu fraco e facilitou a defesa de Léo. Khellven bateu e definiu o campeão de 2019

Primeiro tempo

O jogo começou como o esperado. O Athletico precisando do resultado e pressionando desde o começo, enquanto o Toledo se segurava para evitar as finalizações. Com uma linha de até cinco jogadores na defesa, o Porco corria os maiores riscos nas bolas paradas, como a de MAtheus Rossetto, que cobrou a falta rasteira e entrou ainda com ajuda de Fandinho, que desviou a bola e enganou o goleiro André Luiz. O Athletico permaneceu na pressão, mas também abriu espaços que foram aproveitados pelo Toledo para algumas poucas jogadas agressivas. Cada um ao seu estilo, o jogo terminou com vitória do Athletico, mas em situação indefinida.

Segundo tempo
O jogo seguiu duro para os dois lados. O Athletico pressionava, mas encontrava o Toledo bem postado, se segurando e evitando os perigos. Quando a bola passava, quem brilhava é André Luiz com grandes defesas e definindo o placar que só pode definir o título com as cobranças de pênaltis.

Goleiros brilhantes

Os dois goleiros do jogo tiveram grandes momentos. Durante a partida, Léo quase não teve trabalho, enquanto André Luiz pulava para todos os lados para evitar as finalizações. Fez grandes defesas, algumas delas quase que milagres. Mas a defesa decisiva coube a Léo, nas cobranças de pênalti. Ele aproveitou o chute fraco de Adriano e segurou a bola que deu a vantagem para o Furacão.

Melhor campanha
O Furacão termina o campeonato paranaense com a melhor campanha. Apesar de ter patinado na primeira fase, quando não conseguiu vaga nem para a semifinal, o time veio diferente e já iniciou com uma goleada de 8 a 2 sobre o próprio Toledo. Depois se classificou com uma rodada de antecedência, foi para a semifinal da Taça Dirceu Krüger dispensando o Rio Branco-PR e também venceu o clássico Atletiba nos pênaltis, para garantir a vaga na finalíssima. O Athletico termina o campeonato com 25 gols feitos, 11 tomados e um saldo de 14 gols.

Pra história
Apesar de perder o título, o Toledo fez uma campanha histórica. A equipe levantou seu primeiro título profissional de Série A - campeão da Taça Barcímio Sicupira -, além de ter feito uma final de igual para igual, surpreendendo o Athletico no primeiro jogo, quando venceu por 1 a 0. A segunda partida demonstrou uma equipe organizada e bem postada, que não se rendeu até o fim do jogo.
Fonte: https://globoesporte.globo.com/pr

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br